Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
4 de setembro

Terminal de Paranaguá é vendido por R$ 2,9 bilhões para operadora chinesa

Publicado: Segunda, 04 de Setembro de 2017, 15h52 | Última atualização em Quarta, 06 de Setembro de 2017, 15h24

A operadora chinesa de terminais de contêineres CMPort (China Merchants Port) anunciou a compra, por R$ 2,9 bilhões, de 90% da TCP, empresa que opera o Terminal de Contêineres de Paranaguá, no Paraná, um dos maiores da América do Sul. O acordo foi fechado entre as partes, na noite de domingo (3/9), no horário do Brasil, início da manhã de segunda-feira na China.

O acordo prevê, ainda, que a capacidade de armazenamento suba dos atuais 1,5 milhão de contêineres para 2,4 milhões até 2019. A ampliação é uma contrapartida à prorrogação antecipada do arrendamento - que terminaria em 2024 - por mais 25 anos, assinada em 2016 com o governo brasileiro.

Hoje, o TCP é o terceiro maior terminal de contêineres do País, atrás apenas de Santos Brasil e Brasil Terminal Portuário (BTP), ambos no Porto de Santos. O terminal também detém o maior número de tomadas refeer - infraestrutura exigida para a manutenção de contêineres de produtos refrigerados, como carnes - do País.

A conclusão da operação, prevista para acontecer até o fim de 2017, está sujeita a condições precedentes usuais para esse tipo de negócio, incluindo a aprovação regulatória e por parte do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Com informações Ascom TCP
Assessoria de Comunicação
Ministério dos Transportes, Portos e Aviação

registrado em:
Fim do conteúdo da página