Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ouvidoria do DNIT recebeu mais de 16 mil demandas em 2012

Com três canais de comunicação, a Ouvidoria registrou em 2012, 16.136 demandas. Do total, 9.765 chegaram ao órgão por meio do telefone 0800 611 535. Pelo sistema "Fale com o DNIT" (Ouvidoria Virtual) foram feitos 4.195 atendimentos e 2.176 pedidos chegaram por e-mail.
  • Publicado: Quarta, 20 de Fevereiro de 2013, 21h00
  • Última atualização em Quarta, 20 de Fevereiro de 2013, 21h00

Com três canais de comunicação, a Ouvidoria registrou em 2012, 16.136 demandas. Do total, 9.765 chegaram ao órgão por meio do telefone 0800 611 535. Pelo sistema “Fale com o DNIT” (Ouvidoria Virtual) foram feitos 4.195 atendimentos e 2.176 pedidos chegaram por e-mail.

Aproximadamente 60% das demandas recebidas pelo 0800 foram referentes a pedido de informações sobre multas. Isto indica que o PNCV – Plano Nacional de Controle Eletrônico de Velocidade tem papel importante na vida dos  cidadãos brasileiros, já que a multa é um fator que inibe a prática de velocidades elevadas nas rodovias.

Os dados da Ouvidoria do DNIT mostram que em julho do ano passado, o sistema 0800 recebeu 121 pedidos de informações sobre multa. Já em novembro, esse número subiu para 425. Nos quatro primeiros meses de 2011, o PNCV tinha apenas 39 equipamentos em operação. Em dezembro de 2012, 1.349 equipamentos estavam em funcionamento. Até o final deste ano, 2.696 fiscalizadores eletrônicos estarão em operação.

Por outro lado, as reclamações relacionadas a condições de vias diminuíram. Em março de 2012, foram registradas 183 demandas. Em outubro, esse número caiu para 92. De acordo com a Ouvidoria, 49% das demandas do 0800 são provenientes da região Sudeste, 20% do Sul, 16% do Nordeste, 11% do Centro-Oeste e 2% da região Norte.

Perfil dos usuários
De acordo com os registros no “Fale com o DNIT”, em que o usuário preenche um formulário com seus dados pessoais, cerca de 70% possuem entre 19 e 50 anos. Aproximadamente 75% são do sexo masculino, sendo que 45% possuem nível superior.

registrado em:
Assunto(s): Notícia
Fim do conteúdo da página