Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Rodovias têm o menor índice de acidentes dos últimos dez anos

Polícia Rodoviária Federal registra a redução de 24% de mortes, 25% no total de feridos e de 17% no total de acidentes. O desempenho foi resultado de esforço conjunto dos Ministérios dos Transportes, da Justiça, das Cidades e da Saúde.
  • Publicado: Quarta, 13 de Fevereiro de 2013, 22h00
  • Última atualização em Quarta, 13 de Fevereiro de 2013, 22h00

O levantamento da Operação Carnaval 2013 realizado pela Polícia Rodoviária Federal registrou os menores índices de acidentes nas rodovias brasileiras nos últimos dez anos. O documento divulgado nesta quinta-feira (14/02) destacou a redução de 24% de mortes, 25% no total de feridos e de 17% no total de acidentes. O desempenho foi  resultado de um esforço conjunto dos Ministérios dos Transportes, da Justiça, das Cidades e da Saúde para a redução de vítimas de desastres automobilísticos.

Apesar do aumento de quase 10% da frota de veículos no país (passou de 70,5 milhões em 2012 para 76,1 milhões), foram contabilizados 3.149 acidentes, com 157 mortes e 1.793 feridos nos seis dias de Operação Carnaval ( entre os dias 8 e 13 ) . Em 2012, os números foram maiores: 3.499 acidentes, com 192 mortes e 2.207 feridos.

Os dados foram apresentados pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, para quem as várias frentes de articulação promovidas pelo Governo Federal contribuíram com o resultado favorável. “Graças às campanhas promovidas pelos ministérios, além do empenho do Legislativo para a mudança da Lei Seca, o país obteve um melhor resultado, diminuindo as estatísticas de acidentes e vítimas fatais”, afirmou. A iniciativa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) que instalou equipamentos de fiscalização eletrônica para reprimir os abusos de velocidade também foi destacada pelo levantamento da Polícia Rodoviária.

Campanha - O Ministério dos Transportes divulgou entre os dias 3 e 9 últimos  campanha de prevenção contra acidentes em emissoras de televisão e em portais de internet com o slogan “A culpa não morre nunca”.  O objetivo foi  sensibilizar a sociedade quanto aos riscos de acidentes fatais quando há imprudência nas estradas.

A veiculação se concentrou em oito capitais: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Salvador (BA). As peças publicitárias referentes à campanha consistem em um vídeo de 30 segundos, disponível no site do MT e banners. As peças foram elaboradas com base em uma pesquisa qualitativa encomendada pelo Ministério em setembro do ano passado. Segundo os dados levantados, os vídeos deveriam ter forte apelo emocional e chamar a atenção para os perigos de ultrapassagem em locais proibidos e o excesso de velocidade.

registrado em:
Assunto(s): Notícia
Fim do conteúdo da página