Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
PROGRAMA DE INVESTIMENTOS EM LOGÍSTICA

Secretaria de Portos realiza seminário sobre integração de infraestrutura

  • Publicado: Quarta, 24 de Fevereiro de 2016, 16h46
  • Última atualização em Terça, 01 de Março de 2016, 11h41

25142954171 b5ff0e409a bA integração da infraestrutura logística do país foi pauta de seminário realizado pela Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), em parceria com a revista Carta Capital, nesta quarta-feira (24/2), em São Paulo. No debate, com abertura do vice-presidente da República, Michel Temer, o ministro-chefe da SEP, Helder Barbalho, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Valdir Simão, e a a secretária-executiva do Ministério dos Transportes, Natália Marcassa, anunciaram que as pastas preparam mudanças logísticas para tornarem mais atraentes os novos leilões de concessão de infraestrutura. Segundo eles, serão R$ 198 bilhões direcionados ao Programa de Investimentos em Logística em todo o Brasil.

Para o setor portuário, o valor previsto é de R$ 51 bilhões até 2042. Na ocasião, os investidores foram informados que o próximo leilão de áreas para terminais portuários e outras alternativas de investimento. Marcado para o próximo dia 31 de março, o segundo leilão de áreas portuárias ofertará seis áreas para terminais no estado do Pará, todas destinadas a escoar a produção agrícola do Centro-Oeste brasileiro.

O ministro Helder explicou que as seis áreas receberão investimentos de R$ 1.464 bilhão em obras e novos equipamentos. Além disso, as empresas pagarão R$ 301.977 milhões em arrendamento à Companhia Docas do Pará ao longo dos próximos 25 anos.

25143008211 657fe249b1 bRodovias – A secretária-executiva do MT, Natália Marcassa, destacou que 11 novas rodovias já estão em fase de estudo. “A previsão de entrega destes relatórios termina em julho deste ano, quando serão abertas as consultas públicas”, explicou a secretária. Aos investidores presentes entre os participantes do seminário, ela ressaltou que ainda há espaço para o recebimento de projetos para o trecho da BR-163 MT/PA, Sinop-Mirituba, que faz parte do Arco Norte, cujo prazo terminará no dia 14 de março.

O Programa Nacional de Logística Integrada (PNLP) prevê investimentos da ordem de R$ 51 bilhões para o setor, da seguinte forma: R$ 19,67 bilhões para novos terminais privados, R$ 16,24 bilhões para novos arrendamentos e R$ 11,11 bilhões para renovações contratuais, além de R$ 4,26 bilhões de investimentos públicos em dragagens. O volume de movimentação de carga entre 2015 e 2042 deve aumentar 92%, alcançando um patamar de 1,8 bilhão de toneladas, também de acordo com as projeções do PNLP.

Esse é o primeiro de três eventos que discutirão alternativas de investimento em infraestrutura no país. Os próximos estão marcados para Belém, no dia 3 de março, e em Cuiabá, no dia 8 de março.

Confira as apresentações dos representantes do Governo Federal:

Secretaria de Portos - ministro-chefe Helder Barbalho
Ministério do Planejamento - ministro Valdir Simão
Ministério dos Transportes - secretária-executiva Natália Marcassa

Com informações da Secretaria de Portos/PR
Assessoria de Comunicação/MT

registrado em:
Fim do conteúdo da página