Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
privatização

Companhia Docas do Maranhão é incluída no Programa Nacional de Desestatização

  • Publicado: Quinta, 11 de Janeiro de 2018, 10h20
  • Última atualização em Sexta, 19 de Janeiro de 2018, 19h12

Decreto foi publicado nesta quinta-feira (11) no Diário Oficial da União e permitirá ao governo dar andamento ao processo de privatização da Codomar

O Decreto nº 9.265, que inclui a Companhia Docas do Maranhão (Codomar) no Programa Nacional de Desestatização (PND), foi publicado no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (11/01). O documento foi assinado na quarta-feira pelo presidente da República, Michel Temer, e vai permitir ao governo dar andamento ao processo de privatização da companhia.

De acordo com o decreto, a execução das medidas para a dissolução da Codomar será de responsabilidade do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPA), sob a coordenação do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, por sua vez, ficará responsável por convocar, em até oito dias, assembleia geral para nomear o "liquidante", que será indicado pelo MTPA.

A assembleia fixará o valor da remuneração mensal do liquidante e também vai nomear os membros de um conselho fiscal, que funcionará durante o processo de liquidação da Codomar. Além disso, terá que determinar o prazo de 180 dias para a conclusão do processo de liquidação da companhia, que poderá ser prorrogado, a critério do Ministério do Planejamento. Por fim, o decreto diz que caberá ao Ministério dos Transportes a fiscalização orçamentária e financeira da Codomar.

Assessoria de Comunicação
Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil
Telefone: (61) 2029-7038 / 7039

registrado em:
Fim do conteúdo da página